Feeds:
Posts
Comentários

Archive for outubro \31\UTC 2009

Morreu um dos heróis de 51

Morreu na noite de ontem, aos 86 anos, o zagueiro Juvenal Amarijo. Juvenal foi o zagueiro vice-campeão do mundo ao lado de Augusto na Copa de 1950. E campeão mundial de clubes em 1951, pelo Palmeiras fazendo dupla de zaga com Salvador.

A Famiglia Verde fica mais triste com a morte de um dos heróis de 1951.

Uma vergonha a forma como morreu um jogador tão importante do futebol brasileiro. No fim da vida, Juvenal estava doente, pobre, solitário e com dificuldades para andar. Contava com a ajuda de amigos, que lhe construíram uma casa em Jauá, litoral baiano. Juvenal lutava contra uma artrose para voltar a andar. Morreu na miséria.


Juvenal Amarijo
Santa Vitória de Palmar/RS ¤ 27/11/1923
Camaçari/BA † 30/10/2009
Jogou no Palmeiras de 1951 à 1954
145 jogos – 2 gols

Time Campeão Mundial de 1951 - Juvenal no destaque

Anúncios

Read Full Post »

Hallowugo

Happy Haloweeeeeaaarrrgghhhh !!!

 

Halloween

Read Full Post »

Vão ter de suar sangue para ganhar da gente. Não posso garantir que o Palmeiras será campeão. Mas posso dizer que o time, daqui para a frente, será como jogou contra o Goiás. Um time guerreiro, que tem limitações, mas que não deixa de lutar durante um instante. – São Marcos


A última batalha foi vencida. Restam mais 6 para vencermos a guerra.


NÓS ACREDITAMOS


Read Full Post »

Ei, impren$a, VAI TOMAR NO CÚ !!!

 

Read Full Post »

Palmeiras 4 x 0 Goiás

 

Obina´a

Read Full Post »

Apesar desse blog ser um blog palestrino, tenho que me solidarizar com os torcedores do Náutico.

Ontem jogaram Botafogo e Náutico no Engenhão, outro jogo de 6 pontos, de dois times que brigam para não cair.

O gatuno da vez, Leonardo Gaciba, além de invalidar gol legal dos pernambucanos, deu um pênalti pra lá de mandrake a favor dos cariocas, determinante para o resultado da partida.

Será que dois times do RJ não podem cair pra segundona juntos ? A CBF não deixa ?

Eu ainda cravo o Náutico como provável rebaixado, mas fazer o que fizeram ontem contra o Timbú, só para salvar um time carioca da degola, foi absolutamente vergonhoso.

 

Read Full Post »

PalmeirasGoiásConfrontos

 



Geral:

39 jogos
21 vitórias (54%)
8 empates (21%)
10 derrotas (25%)
60 gols pró
44 gols contra

Primeiro jogo da História: Goiás 0 x 1 Palmeiras
Campeonato Brasileiro, 04/11/1973
Estádio: Pedro Ludovico, Goiânia (GO)
Juíz: José Marçal Filho (RJ)
Renda: Cr$ 326.815,00
Público: 24.606
Palmeiras: Leão; Eurico, Luís Pereira, Alfredo e Zeca; Dudu e Ademir da Guia; Ronaldo, Leivinha, Fedato (Édson) e Nei (Edu). Tc: Oswaldo Brandão
Gols: Ronaldo (13) do 1º tempo

Quem mais jogou: Marcinho Guerreiro e Nen (8 jogos)
Maiores artilheiros: Careca Bianchesi e Arce (4 gols)
Quem mais venceu: Jorginho (6 vitórias em 6 jogos)
Quem mais perdeu: Nen (4 derrotas em 6 jogos)

Em Brasileiros:

35 jogos
20 vitórias (57%)
6 empates (17%)
9 derrotas (26%)
57 gols pró
40 gols contra

Quem mais jogou: Leão, Velloso, Rocha, Sérgio, Jorginho, Carlos Alberto Borges, Marcinho Guerreiro, Nen (6 jogos)
Maiores artilheiros: Careca Bianchesi e Arce (4 gols)
Quem mais venceu: Jorginho (6 vitórias em 6 jogos)
Quem mais perdeu: Nen (4 derrotas em 6 jogos)
Primeiro jogo: Goiás 0 x 1 Palmeiras – BR73 (Ronaldo (P))
Último jogo: Goiás 2 x 1 Palmeiras – BR09, 1º turno (Diego Souza (P); Léo Lima, Bruno Meneghel (G))
Maiores goleadas:
Palmeiras 3 x 0 Goiás (BR92)
Palmeiras 0 x 3 Goiás (BR04)

Avanti Palestra ! Chegou a hora da verdade !

Read Full Post »

Older Posts »