Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Libertadores’ Category

O sonho acabou

É difícil falar sobre o jogo de ontem pois ainda estou meio atordoado. Ser eliminado por um time mais forte, você fica nervoso mas seu lado racional mostra que o favoritismo na maioria das vezes prevalece. A raiva passa e as coisas voltam ao normal mais rápido. Agora, ser desclassificado por um time ridículo como esse do Nacional é de doer. Não que o Palmeiras seja uma seleção mas o Nacional é um time que não disputaria a série A do Brasileiro. Perdemos a classificação no 1º jogo, onde deveríamos atacar e fazer um placar que nos deixasse mais a vontade em Montevidéu. Mas não, Luxa disse que 1×0 em São Paulo era goleada. Tirando o fato do covarde treinador entrar com 3 zagueiros naquele jogo, teve a capacidade de tirar Keirrison e colocar o volante Jumar, que nem marcar conseguiu. Não fosse o fato do Palmeiras ter feito o gol aos 10 do 2º tempo e o adversário ter sentido sensivelmente o golpe, Luxa e parte dos jogadores acharam que a fatura estava de bom tamanho. Teríamos mais 35 minutos pra botar pressão e se classificar ali mesmo. Mas o castigo veio a cavalo. Marcão, pra variar, assistiu o gol do Nacional de camarote, assim como Luxa. Ali começamos a perder a classificação.

Ontem o time deixou pra jogar somente no 2º tempo. O Nacional simplesmente se defendeu, exatamente como fez em São Paulo mas o Palmeiras não teve competência para matar o jogo. Não que o Nacional tenha se defendido espetacularmente, nosso time é que gastou todo o futebol contra o Cruzeiro, 3 dias antes (e não dá pra esperar que o Palmeiras jogue bem 2 partidas seguidas). Na verdade só precisávamos fazer 1 gol. Mas nossos goleadores não compareceram. Keirrison ficou em São Paulo. Obina é Obina: teve duas oportunidades inacreditáveis, sem marcação. Uma de cabeça, outra de frente pata o gol. (Florentín, talvez, perderia as duas. Gioino, talvez, faria um. Kléber, talvez, faria as duas). Nosso time é mais sério que o Flamengo, que me desculpem os flamenguistas. Me desculpe também o Obina, mas ele não pode vestir nossa camisa. É engraçadinho gritar que o Obina é melhor que o Etoo mas quando o sapato aperta, Etto vai lá e resolve, como resolveu em Roma. Obina por sua vez, disperdiçou bisonhamente as duas.

Fico pensando nos responsáveis pela dolorosa desclassificação. Obina não tem culpa de ser grosso. Keirrison não tem culpa de terem achado que ele era a reencarnação de Heitor (ou Ettore como os palestrinos antigos o chamavam). Marcão, Jumar, Capixaba, Evandro, Mozart e outros tem culpa de terem sido contratados ? Então a culpa cai nos braços do treinador madureira. Luxemburgo e seus asseclas no Palmeiras, tem carta branca. No Palestra ele manda prender e soltar. Bate o martelo nas contratações e depois diz que o elenco não tem jogadores diferenciados. Escala mal o time e depois diz que a culpa é da torcida. Mas quem contratou Vanderlei Luxemburgo, nosso 007, a peso de ouro com a promessa de nos colocar de volta ao lugar onde não deveríamos ter saído ? Quem deu permissão ao treinador de mandar em tudo e mais um pouco ? Quem ?

Sim, nosso presidente Luiz Gonzaga Belluzzo (aqui cabe uma ressalva: Belluzzo ganhou a eleição no início de 2009 e Luxemburgo já era ocupante do cargo mas mesmo assim ele tem grande parcela de culpa nisso tudo pois, por incrível que pareça, tem mais poderes que Vanderlei). O que me faz pensar que um dos principais responsáveis pela derrota foi o presidente Belluzzo ? Belluzzo disse que bancou Obina. Belluzzo banca todas as cagadas de Luxemburgo e asseclas, desde as declarações mais irresponsáveis do treinador, passando pelas escalações esdrúxulas até as contratações de “alto nível”. Belluzzo dá carta branca para Luxa, dá o aval para a Traffic despejar todas suas tralhas no Palmeiras. A tempos não tínhamos uma pessoa de tamanho gabarito dirigindo nosso amado clube, é verdade. Mustafá entrou para a história como o presidente que nos levou à série B. Sem falar em anos de atraso, de estagnação, de corroer as entranhas políticas do clube espalhando seus nefastos carcamanos somente com a finalidade de se perpetuar no poder.

Belluzzo, pra começo de conversa, é palmeirense, conhece e gosta de futebol (alguém consegue imaginar Mustafá assistindo um jogo nas arquibancadas ?). Belluzzo é o melhor nome para dirigir o Palmeiras, sem dúvidas. Mas Belluzzo é um diplomata no meio de gângsters. De nada adianta reclamar DEPOIS do jogo que fomos garfados em casa contra o São Paulo. De nada adianta mandar protesto contra a arbitragem DEPOIS que a vaca foi pro brejo. A pressão tem que ser feita antes. De nada adianta dizer que o Nacional disputaria a 2ª divisão paulista. Frase que só nos deixa com mais raiva tamanha a mediocridade do adversário. Me fez lembrar do paulista de 1990, onde só precisaríamos ganhar em casa da Ferroviária para fazer a final contra o Bragantino. Aguirregaray ainda conseguiu entortar a trave com uma bomba a 10 metros do gol, onde qualquer jogador com um pouco de talento mandaria a pelota para o endereço certo. Ali, quando perdemos, também falaram que o time de Araraquara era ruim, etc. Esses times são tão ruins que só nós conseguimos perder.

Voltando ao Belluzzo, por que ele (ou Cipullo, que responde à Belluzzo) centralizou tanto poder nas mãos de Luxemburgo ? Por que Belluzzo (ou Cipullo, que responde à Belluzzo; ou Toninho que responde à Cipullo) não colocam ordem na casa quando Luxemburgo faz das suas ? Por que Luxemburgo não é tratado como funcionário do clube ? Por que já não o mandaram embora antes ? Seria só pela multa rescisória ?

Se for pela multa, vale uma comparação entre Luxa e Mano. Os dois foram contratados no começo do ano passado. O currículo de Luxa dispensa comentários, apesar da falta de títulos recentes mais importantes. Mano chegou ao Corinthians como campeão da série B, vice da Libertadores e bi-gaúcho com o Grêmio. A partir de 2008, conseguiram:

Luxemburgo

  • campeão paulista (08)
  • eliminado nas 8ªs da Copa do Brasil pelo Sport (08)
  • eliminado nas 4ªs da Sul-Americana pelo Argentinos Juniores (08)
  • 4º lugar no Brasileiro (08)
  • eliminado na semifinal do Paulista pelo Santos (09)
  • eliminado nas 4ªs pelo Nacional pela Libertadores (09)

Mano

  • 5º colocado no Paulista (08)
  • vice campeão da Copa do Brasil (08)
  • campeão da série B (08)
  • campeão paulista (09)
  • finalista da copa do brasil (09)

Segundo o PVC, o Palmeiras pagou a Luxemburgo (em 18 meses), $ 4,5 milhões a mais que o Corinthians pagou a Mano no mesmo período. Se pelo lado financeiro é um disparate, pelo lado de títulos, Luxemburgo não fez a diferença que deveria fazer. Logo, o custo benefício não valeu a pena. E se é Belluzzo quem assina seu contra-cheques, que a cobrança seja dirigida também ao nosso presidente.

Obina

Anúncios

Read Full Post »