Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Estatísticas’

Hoje, Evair Aparecido Paulino faz 45 anos de vida.

Evair, o matador, foi um dos maiores ídolos do Palmeiras e o maior camisa 9 que eu já vi jogar.

Começou a carreira como meia, nas divisões de base do Guarani. Antes havia feito testes no São Paulo, e não foi aceito. Quando se profissionalizou, em 1984, virou centroavante no Bugre a pedido do técnico Lori Sandri. Como meia, foi artilheiro em 3 temporadas na base bugrina e não foi difícil virar centroavante.

Foi vice-campeão e vice-artilheiro do Brasileirão de 1986. Artilheiro do Paulista de 1988 com 19 gols, Evair foi vendido para o Atalanta de Bérgamo. Após 3 temporadas, foi um dos ídolos dos nerazzurro, tendo Caniggia como companheiro de ataque e Stromberg armando as jogadas.

Em 1991, o Palmeiras fez um negócio da China. O clube italiano comprou Careca Bianchesi, outro ex-bugrino que fazia muitos gols no Palmeiras, por 700 mil dólares e deu Evair como moeda de troca.

Em 1992, foi afastado por Nelsinho Baptista (juntamente com o goleiro Ivan e o zagueiro Andrei) por deficiência técnica. Voltou quando Nelsinho caiu e Evair já tinha caído nas graças dos torcedores. No Palmeiras teve duas passagens, de 1991 a 1994, onde foi bi-campeão brasileiro e paulista (93/94) e campeão do Rio-SP (93).  Foi vendido em 1995 para o Yokohama Flugels e voltou ao Palmeiras em 1999, depois de passagens pelo Atlético-MG, Vasco (onde foi mais uma vez campeão brasileiro em 97) e Portuguesa. Se consagrou no Verdão com a conquista da Libertadores em 1999, marcando um dos gols na final. Saiu no final do ano, insatisfeito com a opção de Felipão por Asprilla, na final do Mundial Interclubes.

Em 2000 foi para o SP, onde jogou pouco. Ainda teve boas passagens pelo Goiás, Coritiba e Figueirense, onde encerrou a carreira.

Em 2004, virou técnico do Vila Nova de Goiânia, onde chegou as finais perdendo para o CRAC. Também dirigiu o Anápolis, o CRAC e esse ano estava no Itumbiara, todos clubes goianos.

No Palmeiras fez 245 jogos e fez 127 gols, se tornando o 6º maior artilheiro da história do Palmeiras.

Evair não foi só um craque, foi um gênio da bola. Esse blog presta uma homenagem ao eterno Evair, o matador de defesas e goleiros.

Parabéns, Evair.

Quando ajeitei a bola na marca do pênalti, levantei a cabeça e vi na arquibancada os palmeirenses em pé – Evair, sobre o quarto gol que decretou a vitória diante do Corinthians e o campeonato paulista de 93 para o Palmeiras, depois de uma fila de 16 anos.




Gols de Evair na final de 93 e 94


Alguns gols do gênio da bola

Read Full Post »

PalmeirasCorinthiansConfrontos



Geral:

332 jogos
120 vitórias (36%)
99 empates (30%)
113 derrotas (34%)
491 gols pró
446 gols contra


Primeiro jogo da História: Palestra Italia 3 x 0 Corinthians
Campeonato Paulista, 06/05/1917
Estádio: Parque Antárctica, São Paulo (SP)
Juíz: Alfredo Gullo
Renda: n/d
Público: n/d
Palmeiras: Flosi; Grimaldi e Bianco; Bertolini, Pacagli e Fabbi; Ministro, Caetano, Heitor, Orlando e Martinelli.
Corinthians: Russo; Adelino e Casemiro; Cisca, Plínio e César Nunes; Américo, Marconi, Amílcar, Apparício e Neco.
Gols: Caetano (18), (25) e (39) do 2º tempo

Quem mais jogou:
Maiores artilheiros:
Quem mais venceu:
Quem mais perdeu:

Em Brasileiros:

35 jogos
12 vitórias (34%)
13 empates (37%)
10 derrotas (29%)
31 gols pró
31 gols contra

Quem mais jogou: Velloso (10 jogos)
Maiores artilheiros: Evair, Rivaldo, Oséas e Obina (3 gols)
Quem mais venceu: Velloso,Nen e Zinho (4 vitórias)
Quem mais perdeu: Pedrinho, Sérgio, Nen e Magrão (4 derrotas)
Primeiro jogo: Corinthians 0 x 0 Palmeiras – BR71
Último jogo: Corinthians 2 x 2 Palmeiras – BR09, 2º turno (Danilo, Maurício (P))

Em Paulistas:

197 jogos
69 vitórias (35%)
56 empates (29%)
71 derrotas (36%)
292 gols pró
268 gols contra
Maiores goleadas:
Palmeiras 3 x 0 Corinthians (BR09)
Palmeiras 3 x 0 Corinthians (BR07)
Corinthians 0 x 4 Palmeiras (BR04)
Corinthians 1 x 4 Palmeiras (BR99)
Corinthians 5 x 2 Palmeiras (PL97)
Palmeiras 4 x 1 Corinthians (BR94)

Read Full Post »

Confrontos



Geral:

20 jogos
12 vitórias (60%)
3 empates (15%)
5 derrotas (25%)
36 gols pró
17 gols contra

Primeiro jogo da História: Ituano 1 x 7 Palmeiras
Campeonato Paulista, 28/09/1958
Gols: Vasconcelos (2), Américo (2), Géo, Zequinha e Paulinho (P); Clóvis (I)


Paulistas:

18 jogos
11 vitórias (61%)
3 empates (17%)
4 derrotas (22%)
29 gols pró
16 gols contra

Último jogo: Ituano 1 x 1 Palmeiras – PL09 (Lenny  (P); Alex Afonso (I))

Read Full Post »

PalmeirasGrêmio BarueriConfrontos


Geral:

5 jogos
3 vitórias (60%)
2 empates (40%)
0 derrotas (0%)
11 gols pró
4 gols contra

Primeiro jogo da História: Palmeiras 1 x 1 Barueri
Campeonato Paulista, 28/01/2007
Gols: Cristiano (P); Anderson Marques (B)

Brasileiros:

2 jogos
1 vitórias (50%)
1 empates (50%)
0 derrotas (0%)
4 gols pró
3 gols contra

Paulistas:

3 jogos
2 vitórias (67%)
1 empates (33%)
0 derrotas (0%)
7 gols pró
1 gols contra


Último jogo: Palmeiras 2 x 1 Barueri – BR09 (Diego Souza, Vágner Love (P); Diego Castan (B))

Read Full Post »

PalmeirasBotafogoConfrontos



Geral:

100 jogos
38 vitórias (38%)
33 empates (33%)
29 derrotas (29%)
152 gols pró
128 gols contra





Primeiro jogo da História: Palestra Italia 1 x 0 Botafogo
Amistoso Interestadual (Taça City), 03/05/1922
Estádio: Parque Antáctica, São Paulo (SP)
Juíz: Everaldo Martins
Renda: n/d
Público: n/d
Palmeiras: Primo; Bianco e Gasperini; Bertolini, Picagli e Ítalo; Forte, Ministro, Pilla, Imparato II e Martinelli. C: Bianco
Gols: Imparato II (2ºt)

Quem mais jogou:
Maiores artilheiros:
Quem mais venceu:
Quem mais perdeu:


Brasileiros:

36 jogos
15 vitórias (42%)
11 empates (31%)
10 derrotas (27%)
51 gols pró
36 gols contra

Quem mais jogou: Velloso e Galeano (7 jogos)
Maiores artilheiros: Marcinho e César Maluco (4 gols)
Quem mais venceu: Juninho Paulista, Zinho e Nen (4 vitórias)
Quem mais perdeu: Galeano (4 derrotas)


Primeiro jogo: Palmeiras 3 x 1 Botafogo
Campeonato Brasileiro, 03/10/1971
Estádio: Pacaembú, São Paulo (SP)
Juíz: José Carlos Cavalheiro
Renda: Cr$ 135.368,00
Público: n/d
Palmeiras: Leão; Eurico, Luís Pereira, Nélson e Zeca; Dudu e Ademir da Guia; Edu (Fedato), Leivinha, César e Pio. Tc: Mário Travaglini
Gols: César Maluco (24) do 1ºt; César Maluco (13), Roberto (27) e Ademir da Guia (33) do 2ºt

Último jogo: Palmeiras 1 x 1 Botafogo – BR09, 1º turno (Danilo (P); André Lima (B))

Maiores Goleadas:
Palmeiras 4 x 1 Botafogo (BR05)
Palmeiras 6 x 0 Botafogo (BR99)

Últimos jogos:
Palmeiras 1 x 1 Botafogo (BR09 1ºt)
Palmeiras 0 x 1 Botafogo (BR08 2ºt)
Botafogo 1 x 0 Palmeiras (BR08 1ºt)
Botafogo 1 x 1 Palmeiras (BR07 2ºt)
Palmeiras 1 x 1 Botafogo (BR07 1ºt)
Palmeiras 2 x 1 Botafogo (BR06 2ºt)
Botafogo 1 x 3 Palmeiras (BR06 1ºt)
Botafogo 1 x 2 Palmeiras (BR05 2ºt)
Palmeiras 4 x 1 Botafogo (BR05 1ºt)

Relembre:
Botafogo 2 x 2 Palmeiras (RJ-SP98)

Palmeiras 6 x 0 Botafogo (BR99)

Botafogo 1 x 3 Palmeiras (BR06 1ºt)

Palmeiras 1 x 1 Botafogo (BR07 1ºt)

Read Full Post »

PalmeirasAtlético MineiroConfrontos



Geral:

58 jogos
32 vitórias (55%)
9 empates (16%)
17 derrotas (29%)
86 gols pró
61 gols contra

Primeiro jogo da História: Palestra Italia 2 x 0 Atlético/MG
Amistoso Interestadual, 27/04/1938
Estádio: Parque Antáctica, São Paulo (SP)
Juíz: Ary Martins
Renda: n/d
Público: n/d
Palmeiras: Jurandyr; Carnera e Junqueira; Tunga, Goliardo e Del Nero; Barcelona (Lara), Canhoto, Barrilote, Rolando e Mathias III. Tc: Ramón Platero.
Gols: Barrilote (2)

Quem mais jogou:
Maiores artilheiros:
Quem mais venceu:
Quem mais perdeu:


Brasileiros:

35 jogos
19 vitórias (54%)
5 empates (15%)
11 derrotas (31%)
43 gols pró
34 gols contra

Quem mais jogou: Velloso e Cléber (8 jogos)
Maiores artilheiros: Washington e Leivinha (3 gols)
Quem mais venceu: Velloso, Galeano e Cléber (6 vitórias)
Quem mais perdeu: Márcio, Gérson Caçapa e Lino (3 derrotas)


Primeiro jogo: Atlético/MG 0 x 0 Palmeiras
Campeonato Brasileiro, 14/11/1971
Estádio: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Juíz: Arnaldo César Coelho (RJ)
Renda: Cr$ 123.170,00
Público: n/d
Palmeiras: Leão; Eurico, Luís Pereira, Nélson e Zeca; Dudu (Héctor Silva) e Ademir da Guia; Edu (Fedato), Leivinha, César e Pio. Tc: Mário Travaglini
Gols:
Último jogo: Atlético/MG 1 x 1 Palmeiras – BR09, 1º turno (Ortigoza (P); Éder Luiz (A))
Últimos jogos:
Atlético/MG 1 x 1 Palmeiras (BR09 1ºt)
Palmeiras 3 x 1 Atlético/MG (BR08 2ºt)
Atlético/MG 1 x 1 Palmeiras (BR08 1ºt)
Palmeiras 1 x 3 Atlético/MG (BR07 2ºt)
Atlético/MG 1 x 2 Palmeiras (BR07 1ºt)
Atlético/MG 1 x 3 Palmeiras (BR05 2ºt)
Palmeiras 1 x 0 Atlético/MG (BR05 1ºt)
Relembre:
Atlético/MG 1 x 2 Palmeiras (CP BR96)

Palmeiras 5 x 0 Atlético/MG (CP BR96)

Atlético/MG 1 x 2 Palmeiras (BR07 1ºt)

Palmeiras 3 x 1 Atlético/MG (BR08 2ºt)

Read Full Post »

PalmeirasGrêmioConfrontos



Geral:

72 jogos
31 vitórias (43%)
26 empates (36%)
15 derrotas (21%)
105 gols pró
73 gols contra

Primeiro jogo da História: Grêmio 1 x 1 Palestra Italia
Amistoso Interestadual/Taça de Porto Alegre, 12/11/1936
Estádio: Baixada dos Moinhos de Vento, Porto Alegre (RS)
Juíz: Luiz Dulce
Renda: 30:000$000
Público: n/d
Palmeiras: Jurandyr; Carnera e Begliomini; Tunga, Dula e Del Nero; Lara, Luizinho, Moacyr (Biruta), Rolando e Mathias III. Tc: Matturio Fabbi.
Gols: Mathias III (24) e Alemãozinho (33) do 2ºt. ** Jurandyr defendeu pênalti de Sardinha II aos 39 do 2ºt.

Quem mais jogou:
Maiores artilheiros:
Quem mais venceu:
Quem mais perdeu:

Brasileiros:

38 jogos
16 vitórias (42%)
14 empates (37%)
8 derrotas (21%)
49 gols pró
31 gols contra

Quem mais jogou: Velloso (12 jogos)
Maiores artilheiros: Alex (4 gols)
Quem mais venceu: Velloso (6 vitórias)
Quem mais perdeu:

Primeiro jogo: Grêmio 0 x 1 Palmeiras
Campeonato Brasileiro, 07/11/1971
Estádio: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Juíz: Sebastião Rufino (PE)
Renda: Cr$ 102.904,00
Público: n/d
Palmeiras: Leão; Eurico, Luís Pereira, Nélson e Zeca; Dudu e Ademir da Guia; Edu (Zé Carlos), Leivinha (Héctor Silva), Fedato e Pio. Tc: Mário Travaglini
Gols: Fedato (37) do 1ºt

Último jogo: Palmeiras 1 x 1 Grêmio – BR09, 1º turno (Cleiton Xavier (P); Máxi Lópes (G))
Últimos jogos:
Palmeiras 1 x 1 Grêmio (BR09)
Palmeiras 0 x 1 Grêmio (BR08)
Grêmio 1 x 1 Palmeiras (BR08)
Palmeiras 2 x 0 Grêmio (BR07)
Grêmio 1 x 1 Palmeiras (BR07)
Grêmio 2 x 1 Palmeiras (BR06)
Palmeiras 0 x 1 Grêmio (BR06)


Maiores goleadas:
Palmeiras 5 x 1 Grêmio (BR97)
Palmeiras 6 x 0 Grêmio (BR99)
Grêmio 3 x 0 Palmeiras (BR01)
Grêmio 5 x 0 Palmeiras (LB95)
Palmeiras 5 x 1 Grêmio (LB95)

Relembre:

Palmeiras 2 x 1 Grêmio (Final do R.Gomes Pedrosa 67)

Palmeiras 3 x 1 Grêmio (CPBR96)

Palmeiras 3 x 2 Grêmio (LB95 – 1ª fase)

Palmeiras 5 x 1 Grêmio (LB95 – 4ªs de final)

Palmeiras 5 x 1 Grêmio (BR97)

Palmeiras 2 x 0 Grêmio (BR07)

Read Full Post »

Older Posts »